Domingo, 17 de Outubro de 2004

DRIVER TRUCK EM NOVA VIAGEM PELA EUROPA VIAGEM MARCADA PARA O PAÍS DA BOTA (ITÁLIA MAS FUI PARAR A HOLANDA)

8 DE OUTUBRO DE 2004

Acordei cedo com uma manhã agradável acompanhei a esposa e a filha esta à escola tomei café e apanhei o autocarro 87 para o Porto saí na Boavista e dirigi-me à paragem do autocarro 15 para Vila Nova de Gaia, tenho sorte pensei eu pois o autocarro estava na paragem, mas estava redondamente enganado o motorista não abriu a porta a ninguém e arrancou, deixando todos os utentes estupefactos e atónitos passados 10 minutos o mesmo motorista chegou e disse entrei depressa já estou muito atrasado, bem disse para os meus botões lá teve que ir ao WC também são humanos, só o próprio o pode dizer, apesar de vários protestos o dito cujo não deu qualquer justificação, enfim são coisas do quotodiano da cidade.

Cheguei a empresa entrei para o camião que vai ser a minha casa para mais oito (8) dias e lá vou eu quilómetro após quilómetro minuto mais minuto em direção à fronteira de Valença para carregar na Zona do Lugo Espanha para Itália, pelo caminho juntam-se mais colegas e lá vamos nós.Na carga no Lugo EspanhaEntrei para a balança afim do carro ser pesado dei os meus dados e do camião pesei o camião e fui para o parque afim de informar que já tinha chegado e para entrar para a fila da carga. Qual não é o meu espanto não vou para Itália mas sim para a Holanda, sem mapas nem atlas do país, não é grande problema pois é um pais bem organizado e com muita informação e zonas industriais com grandes painéis onde consta os nomes das empresas e o nome das ruas, o problema é quando temos que ir para os portos de mar aí sim complica-se um pouco mais mas tenho um bom Staff o meu grande amigo ROUTIERE ( afrancesado) Gandra Truck www.gandratruck.blogspot.com que tem um PC e quando estamos enrascados ele safa o pessoal e depois damos umas bieres e ele agradece. O que vale é ele não ler isto porque senão dizia logo tens que lavar a loiça.Depois da saída do Lugo o tempo não está nada convidativo pois a temperatura desceu para os 8 graus e muita chuva isto até chegar a holanda.

O REGRESSO PARA PORTUGAL

Como não tinha os mapas e atlas de ruas da holanda e tinha que ir para os Havens do Porto Roterdam tinha que pedir ajuda ou gastar dinheiro na compra de novos mapas e ficaria com duplicados. Só havia uma solução a mais fácil SMS ao Gandra que estava na Itália dei-lhe a morada para onde tinha que ir e ele deu-me a resposta mas com um P.S. (compra mapas) respondi-lhe para quê se os tenho em casa.Viagem com muita chuva e vento pois vinha com 25 toneladas de carga e ele de vez em quando abanava todo com o vento que se fazia sentir e a visibialidade era reduzida devido à chuva mas não posso baixar dos 90 Kms pois tenho que descarregar em Vila Nova Gaia na 6 feira antes do meio dia e saí de Roterdam na 3 feira as 16 horas não está fácil pois tenho as 10 horas de trabalho semanais esgotadas e só posso trabalhar 9 horas por dia.

O ALMOÇO COM COLEGAS EM ALSASUA

Enviei um SMS ao Gandra as 13 horas almoço em Alsasua, não me respondeu pois já não tinha saldo no seu telemóvel, quando lá cheguei já estava a lavar a loiça mas ainda deu para eu aquecer a minha massa com bacalhau e almoçar com ele. Marcamos encontro para Siete Iglésias já a caminho para Portugal a 177 Kms de Vilar Formoso onde lanchamos e já fiquei aqui a dormir.

O REENCONTRO EM VILAR FORMOSO

Estava a 2 horas da fronteira marcamos encontro para o pequeno almoço em Vilar Formoso onde as 7 horas da manhã de 6feira cheguei e eles a abrirem as cortinas, tomamos o pequeno almoço na BP de Vilar Formoso, Bem não se esqueçam tenho que fazer o descanso de 45 minutos e depois seguimos mas não vale a pena stressar muito porque aqui é uma seca entre o servir um café e uma sande e pagar leva à vontade 45 minutos estamos em Portugal e as pessoas não se ralam muito, o que vale já estamos habituados.

A CARGA PARA BELGICA

Descarreguei e recebi ordens de carga fui para o cliente eram 15h15 pois pediu o carro nas suas instalações as 16 horas pois as 18 horas ainda nem sequer tinham começado a carregar pois o funcionário que iria carregar não estava bem disposto as 20 horas fiquei carregado desloquei-me a Agueda afim de continuar a carga aqui sim carregaram-me logo o carro pois tomara já se encontravam a minha espera sabe se lá a quanto tempo. Cheguei ao transitário as 23h45 qual não é o meu espanto vejo um carro da empresa nunca imaginando quem seria o colega ao aproximar-me do carro era o meu companheiro de esfalto também camionista e Bloguista o Gandra Truck a fazer a sua página para o seu blogue pois já se encontrava lá desde as 17h30 como não tinha feito o repasto da noite convidei-o a vir comigo imaginem as 23h45 ir jantar sempre a trabalhar e ainda dizem os entendidos que em Portugal não existe produção e trabalha-se pouco quem esta desde as 5horas da manha e de lá sai as 5 horas da manha de sábado.
publicado por driver às 14:48
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 5 de Outubro de 2004

diario de bordo regresso a Itália

26 de Setembro 2004
Inicio a Itália vazio até Nelas pela IP5 com a roda no ar sempre a 80kms a hora lá vou eu da parte de tarde para carregar e seguir viagem, sai do cliente as 24horas e fui dormir a Celorico da beira
27 de Setembro 2004 as 10horas depois de ter dormido 9horas de sono e retemperado as energias lá vou novamente na estrada até Vilar Formoso onde almocei com velhos amigos da estrada, encontreime com o Jordão alguma conversa e algumas garfadas de frango assado e batatas, umas atras de outras e o almoço estava feito tomo o café despeço do velho amigo e la vou novamente até Quintana del Punte nada modificado, apenas as obras da nova autovia A62 de Ciudad Rodrigo a Salamanca, tomo café na area Suco cumprimenta-se os empregados aguarda-se que chega a hora de recomeçar o trabalho, recebo uma mensagem do companheiro Abilio a perguntar onde estou e como está a correr a jornada responde-se a mensagem e digo que vou dormir a area de serviço da Cepsa em Irun e chego por volta das 21h30 responde que é tarde para ele, pois vai começar a trabalhar as 4horas da manhã. cheguei as 21h40 fui jantar e como não podia de ser Bistec de Ternera e Uma Coca Cola de 0,5 litros, janta-se e lá vou para a minha companheira ( Rica Cama ) que me espera desesperadamente para me dar conforto durante 10 horas de descanso.
28 de Setembro 2004 a manhã acordou solarenga e quentinha a chamar-me mais cedo do que o previsto, sigo para a estrada e as 12h30 para em Toulouse para almoçar, o cozinheiro diz que com o calor que está só pode fazer massa esparguete cozida com um bife. almoça-se e por das 14horas sigo viagem em Direcção a Itália em Arles acontece a primeira surpresa um pneu da galera rebentou e tenho que o mudar (carregado com 24 toneladas e o conjunto com 40 toneladas) tarefa nada fácil para um homem só, bem 1 hora de trabalho forçado, e quando estou a por o macaco surge uma ajuda bem vinda um Português companheiro da estrada para fazer o descanso de 1hora e veste também o fato macaco e ajuda ao fim de 30 minutos pneu mudado e pronto para seguir viagem. Tenho um SMS no telemóvel do meu amigo Gandra, onde estás? já mudei pneu, respondo em Arles e já mudei também vou dormir ao Esterel, responde-me vou dormir em Montpellier. Lá vou eu novamente, e a 2ª surpresa em Lançon de Provence, pago a portagem e a Douane Française manda-me parar para controlo de rotina, e surge um Português na Douane conversa-se fazem o controlo 10 minutos perdidos que não posso repercurtir em descanso e fica em tempo de trabalho, bem! acontece a todos que andam na estrada e se for a Policia é bem pior, e eis que surge a Serra do Les Adrets de Esterel onde previ pernoitar, estou a 6 horas de Milão mas vou para Treviso e tenho que passar Veneza de Noite.
29 de Setembro 2004 a manhã acordou muito quente as 7 horas da manhã ja estavam 19º, surge Cannes sempre bonita com as suas palmeiras na auto estrada, passo bem sem transito, a entrada de Nice algum transito não se perde tempo e surge as portagens para se começar a subir a serra para o Mónaco em Beau Solei já estava 22º dá-se uma olhadela pela janela e vê-se o Mónaco em baixo e continuo viagem para Itália então aparece a placa ( Competenza de Stato itália 2 kms) entra-se no Tunel velocidade máxima 50 kms e eis que regresso a Itália ao fim de 2 anos à 12h30 vejo Genova ao fundo a barriga da horas e é tempo de fazer o almoço o cozinheiro não tem vontade de fazer o repasto, e surge uma Nuestro Hermano conversa-se e faz o almoço comemos os dois ao fim de 1 hora esta a louça lavada e arrumada e pronto para seguir viagem, as 16 horas surge Verona e é tempo de descanso e retemperar forças, recebo as ordens de carga para retorno, as 21 horas chego a Treviso e a cama chama por mim.
30 de Setembro de 2004 manhã muito quente 26º as 6 horas da manhã começa -se a trabalhar é preciso descarregar e começar a carregar em Padua 2 clientes é necessário encontrá-los e depois seguir para Vicenza para mais um cliente, aqui perde-se muito tempo cerca de 7 horas o carro está cheio são horas para seguir viagem para Portugal mas antes é necessário verificar qual o tempo real que existe para conduzir as 22 horas são horas de parar em Bréscia para dormir.
01 de outubro de 2004, sábado o tempo continua muito quente 7 horas da manhã 23º é tempo de começar a trabalhar e lá vou eu em direcção a fronteira as 11 horas da manhã é tempo de fazer o almoço em San Remo o cozinheiro resolve fazer peixe cozido com batatas, come se bem lava-se a loiça arruma-se e segue viagem é sábado e não se pode perder tempo pois as 21 horas é proíbido conduzir e a infracção são 135 euros de multa, as 16 horas uma grande surpresa em Montpellier para para descansar e aparece um velho companheiro e grande amigo, Fernando e o Gandra combina-se fim de semana em Corbieres aceito cheguei lá as 20 horas e jantar está pronto bife com massa à Quim da Lancha ( isto é todo o tipo de massa mais cenoura mais , e mais ) bem o almoço do dia seguinte é me entregue e marca-se logo Bacalhau à Espanhola para 6.
2 de outubro 2004 9 da manhã vou para tomar banho na area de serviço e a menina diz-me CE NÉST PAS POSSIBLE LE DOUCHE EST UN PANNE, HORS DE SERVICE estava afixado, bem tive que aceitar estou em França é normal por incrivel que pareça o banho muitas vezes é negado, fui ao restaurante e contei o que se estava a passar por gentileza a senhora diz n'a pas probleme, par vous le douche ces gratuit, ja estou mais fresco e reconfortante e vou acordar o resto dos colegas faz-se o pequeno almoço, e depois o almoço para 6, lancha-se pois não se pode conduzir só as 21horas é possivel então depois de tanto descanso chega as 21 horas começa o trabalho nocturno até Tarbes chego as 01 da manhã são horas de dormir.
03 de outubro de 2004 09h30 são horas de acordar as 10 horas começa o trabalho as 12h30 chego a Alsasua juntamos os colegas da casa o cozinheiro diz que tem Feijoada a transmontana conjelada faz-se arros somos 6 colegas temos que comer e recomeçar o trabalho, as 22 horas são horas de dormir em Portugal na fronteira de Vilar Formoso.
De salientar que o cozinheiro que aqui se fala é motorista do camião.
até breve para a próxima viagem aqui se relatará .
publicado por driver às 18:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. TENHO UM NOVO BLOG

. ISTO E A DOER

. AS NOVAS LEIS A PARTIR DE...

. A MINHA PRIMEIRA VIAGEM C...

. A VIAGEM QUE IA FICANDO A...

. UMA PEQUENA HISTORIA DO Q...

. Ando por cá de novo

. DEPOIS DE UMA PARAGEM

. ATE A DINAMARCA

. O REGRESSO DEPOIS DE UM L...

.arquivos

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Março 2006

. Setembro 2005

. Junho 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds