Domingo, 19 de Março de 2006

UMA PEQUENA HISTORIA DO QUE É ESTE MUNDO DE CAMIONISTA

UMA PEQUENA HISTORIA DO QUE É ESTE MUNDO DE CAMIONISTA


Andei por aí numa daquelas empresas chamadas pequenas onde nós pensamos e chamamos familiares e as pessoas devem ter um pouco de vergonha e portam-se bem.

O transitário é daqueles que depois do carro carregado tem que andar seja qual for o modo e depois de descarregado aguenta os cavalos aí oh carroceiro e tem calma dorme umas horas ou dias pois ainda não temos carga de retorno.

Quando ela aparece o camião tem que andar mesmo que seja pelo ar mesmo que a carga seja a 500 km de distância tem que chegar a horas de a carregar não importando o modo da mesma, se o motorista não comer o problema é dele e não nosso dele transitário.

A carga tem que chegar no dia e na hora que o dito cujo que se encontra sentado numa secretária acordou com o seu cliente, nem se importando como é possível, ou por desconhecer, ou ignorância, ou seja isto não é problema meu.

Então vejamos um camião que saia do Porto ao Domingo de manha nunca consegue estar em KIEL norte de Hamburgo na Alemanha na Terça Feira até às 16 horas Portuguesas para apanhar o Ferry Boat para GOTEBURGO na Suécia. Mas exigem que assim seja feito caso contrário há penalizações.

Andei pelos lados de LYON em França onde normalmente uma viagem pode andar entre as 22 horas e as 24 horas, o camião tinha que lá estar na segunda feira até as 14horas Francesas, e deveria sair na 3ª feira até as 16 horas, isto escrito e assinado em contrato, mas só no papel, porque na prática muitas vezes na 5ª feira ainda lá estava à espera de carga.

Na semana de São João na terça feira antes do almoço tinha o meu camião carregado de CHUPETAS para MADRID, onde carreguei em SAINT ETTIENNE recebi ordens para ir para LYON ao transitário, descarregaram a minha carga alegando que não tinha tempo de chegar a tempo ao cliente Espanhol, chegou um carro Espanhol de TOLEDO, carregaram, e eu fiquei a espera de carga, as 19 horas carregaram o meu carro para Madrid 2 clientes, para TOLEDO 1 cliente, e para OCANA 1 cliente, e depois para Portugal 2 clientes, como é de ver não passei o São João em Portugal passei-o em Espanha em SALAMANCA, por acaso passei a comer Sardinhas e a beber vinho tinto Espanhol, onde os nossos nuestros Hermanos fizeram questão de brindar.

Bem o camião nem vale a pena falar dele, não havia viagem nenhuma que não se encontra-se avariado ou tinha uma avaria na estrada, os travões do reboque travavam uma roda de cada vez, enfim e dizem os patrões Portugueses que isto está mau, bem famoso não está todos nós sabemos que sim, o gasoleo está muito caro, mas com um carro que não tem condições para andar no Internacional então não nada, mas tinha 2 BMW, para esses tinha que dar.

Bem não vale a pena andarmos a falar de sexo dos anjos.


publicado por driver às 17:17
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. TENHO UM NOVO BLOG

. ISTO E A DOER

. AS NOVAS LEIS A PARTIR DE...

. A MINHA PRIMEIRA VIAGEM C...

. A VIAGEM QUE IA FICANDO A...

. UMA PEQUENA HISTORIA DO Q...

. Ando por cá de novo

. DEPOIS DE UMA PARAGEM

. ATE A DINAMARCA

. O REGRESSO DEPOIS DE UM L...

.arquivos

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Março 2006

. Setembro 2005

. Junho 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds